Palestra “ Da Tabela Periódica à mesa – Importância dos elementos químicos na alimentação”

Palestra “Da Tabela Periódica à mesa – Importância dos elementos químicos na alimentação”

No âmbito da iniciativa do grupo Físico-Química e recordando a comemoração do Ano Internacional da Tabela Periódica, decorreu, no passado dia 27 de maio, a palestra “Da Tabela Periódica à mesa – Importância dos elementos químicos na alimentação”, proferida pelo Professor Doutor José de Sousa Câmara, do CQM e a qual contou com a presença das turmas 6 e 8 do 9ºano, acompanhados pelos docentes Helena Baeta e Emanuel Pestana. Os alunos presentes foram convidados a recuar no tempo até 1869 e a compreender a contribuição de Dimitry Mendeleev para o Sistema Periódico dos Elementos Químicos.

Tiveram seguidamente a oportunidade de refletirem sobre a importância dos elementos químicos na vida e na sociedade, desde a saúde à utilização das novas tecnologias, passando pela composição química das estrelas aos alimentos. Perceberam que o nome dos elementos químicos pode ter origem no nome de cientista, país, ou no latim e que existem elementos que, em determinadas situações ou condições podem constituir um perigo para a saúde, tais como o chumbo, o arsénio, o mercúrio, o berílio e o Cádmio e desencadear doenças oncológicas.

O Professor José Câmara, de uma forma muito dinâmica e entusiasmante relacionou os 118 elementos da Tabela Periódica com o dia-a-dia das pessoas apresentando inúmeros exemplos: as estrelas, como o Sol, são feitas de hidrogénio, o elemento mais abundante do Universo; a Lua e os ossos possuem cálcio na sua constituição enquanto as moedas são feitas de níquel e os aviões de alumínio. Salientou ainda que, a pasta dentífrica possui flúor, as lágrimas o sal cloreto de sódio e que as múltiplas cores observadas aquando do fogo de artifício se devem sobretudo à presença dos elementos químicos nomeadamente o estrôncio, sódio, potássio e magnésio.

Por fim, o investigador sénior do Centro de Química da Madeira, relembrou a importância dos elementos químicos na alimentação nomeadamente a presença do potássio nas bananas e a importância deste para os músculos ou do ferro existente na couve para tratamento de anemias. Referiu também a importância do lítio nas baterias dos telemóveis, bem como do césio para os relógios atómicos.

Nas questões finais, destaque para a alimentação, em que uma das preocupações mais comuns de quem segue uma dieta vegan ou vegetariana é a de que pode existir falta de proteínas (origem animal). No entanto, vários especialistas em nutrição concordam que levar uma alimentação deste tipo proporciona todos os nutrientes necessários para se ter uma dieta equilibrada.

Todos realçam a importância da proteína quando se trata de uma dieta vegetariana, mas existem outros nutrientes que também merecem atenção. É o caso do ferro, cálcio, ômega 3 e vitamina B12. Geralmente, eles são encontrados em carnes, ovos e leite, mas existe a possibilidade de substituição em muitos casos.

Deixe um comentário

X
X